5 de fevereiro de 2010

Unção Sem Limites

Por Alexandre Pitante


Um adorador jamais terá uma vida passada em branco, jamais viverá à margem da vida, sem ser percebido. Por mais que esteja por detrás das malhadas, um adorador nunca será deixado por lá. Não será esquecido, não viverá escondido, nunca será abandonado. Até o som que um adorador produz ecoa das regiões mais próximas as mais distantes, nos céus e na terra: este som demarca territórios, assim como marca os corações. Quando Saul ardia em angustias debaixo de forte opressão, seus servos lhe contaram acerca de alguém que podia aliviá-lo das dores da sua alma e da opressão, através da adoração. E então, começamos a ver um adorador iniciar seu processo de ser tirado, por Deus, de detrás das malhadas.

Ali estava Davi, este adorador tangendo sua harpa "despretensiosamente", como se ninguém pudera tê-lo ouvido...e, na verdade, sua fama já corria solta pela região, chegando até o palácio do rei. Até aos ouvidos do rei!

Você consegue ver esta cena? Inicialmente, veja Davi adorando pelos campos e vales, salmodiando com sua harpa, adorando e adorando, abrindo seu coração ao Senhor, descobrindo os segredos de Seu coração...

Cantando profeticamente e profetizando em cânticos por dias, noites e madrugadas a fio... Incansável nessa busca... Tendo como platéia atenta (e, às vezes, quem sabe, sonolenta) as ovelhinhas do rebanho de seu pai. E ainda por cima, ele fazia tudo isso sem deixar de lado sua responsabilidade, que lhe havia sido conferida, ao pastorear as ovelhas de seu pai.

Adorar não significa viver uma vida alheia às nossas responsabilidades diárias, do trabalho, do dia a dia. É fundamental para todo adorador investir sua vida inteira numa constante e profunda busca de Deus, em comunhão íntima com Ele. Porém, um adorador é alguém consciente de seu papel na sociedade como luz do mundo e sal da terra, como empreendedor do Reino de Deus em obras que alcançam e transformam a realidade do povo.

Um adorador é alguém arrojado e excelente nas funções que assume em seu setor de trabalho. Um adorador é a referência de caráter, integridade, santidade e competência; um adorador faz a diferença onde vive, onde trabalha, e com quem se relaciona. O papel de Davi como adorador o colocou ao lado do rei para abençoá-lo, e o tornou necessário às necessidades do rei. Sua ministração naquela harpa, adorando ao Senhor, tinha uma função terapêutica sobre a alma afligida do rei, trazendo paz e alívio àquele homem oprimido, e transformando aquele ambiente carregado de forças malignas em um lugar prazeroso de se estar.

Passo a passo, conforme a própria história nos mostra, vemos as lutas e vitórias, os fracassos e o êxito de um adorador, chamado Davi. Sua trajetória começa por detrás das malhadas, timidamente passando por alguns eventos sem muita expressão - seu tempo como tangedor no palácio, e outros de grande relevância - a vitória contra Golias. Mas, conforme o próprio Senhor havia determinado em Seu coração acerca dele, alcança o trono e se torna rei sobre uma nação tão amada por Deus: Israel.

Agora, de detrás das malhadas até o trono, há um precioso caminho a ser percorrido. Não podemos desprezar a história de um adorador, construída a partir de detrás das malhadas, pois é lá que temos a oportunidade de exercitarmos nossa humildade, trabalhando firmemente contra a dureza do nosso coração. Sim, é por detrás das malhadas que nossas motivações são tratadas, nosso caráter é provado, nossa essência é depurada e nossas intenções realinhadas no Espírito Santo.

Por detrás das malhadas: longe dos olhos e olhares do mundo; mas, face a face com Deus!

Por detrás das malhadas: longe dos holofotes e aplausos; contudo, na mira dos olhos do Amado!

Assim foi com Davi. Assim, o Senhor está fazendo comigo, com você, com toda uma geração de adoradores nestes tempos... Deus escolheu nos escolher. Esta frase ecoa vivamente em meu coração...

Sinto-me, dia após dia, desafiado a romper limites interiores e cumprir com graça e excelência, o propósito de uma existência a serviço do Meu Senhor e Amado Jesus. Tenho entendido que Sua graça é melhor do que viver, que não quero nem preciso do manto de Elias, da pele de Esaú, das vestes de Salomão, da armadura de Saul... Eu só quero e só preciso Seu manto, só vivo por Ele e para Ele, e que, por que Ele habita em mim, a Sua unção sobre minha vida não tem limites. Não é por meio de nossos talentos, não é um mérito nosso. Ouça bem, entenda que Ele mesmo derrama sobre nós a Sua unção - essência do Seu poder, para que o propósito magnífico de Seu coração alcance todas as nações da terra. Ele age através de mim, de você, de todos os que se colocam debaixo de Sua poderosa mão; Aqueles que se rendem por inteiro em Seu altar, que ousam mergulhar de cabeça nas profundezas de Seu Espírito.

Deus conhece os Seus adoradores. Deus os conhece de detrás das malhadas. Deus investe em Seus adoradores, Ele investe desde detrás das malhadas... E os tira de lá, no Seu devido tempo, colocando-os num lugar de honra e de governo, como reis e sacerdotes, preparados para governar e consolidar as nações da terra, debaixo de Sua visão; Ele evidencia os Seus adoradores e os capacita para ministrar graça e perdão, cura e libertação ao coração de outros reis e sobre o coração do povo.

Não se atemorize nem agora, nem em qualquer outro tempo! Não arrefeça o coração diante das lutas!!! Creia que Ele te escolheu, te remiu e te viu desde detrás das malhadas. Ele tem curado as feridas, restaurado os sonhos e nos unge com o precioso óleo de Sua unção sem limites!!! Não cale tua voz profética!!! Não te detenhas no caminho!!! Há uma trama maligna sendo trabalhada nos céus e na terra para calar a nossa voz como Igreja Viva, como Noiva, como adoradores e profetas de Deus. Porém, Deus mesmo vai a nossa frente, Ele é a nossa retaguarda, e nos capacita e fortalece! Não temas, pois a Sua unção nos respalda!!!

Com amor, em Jesus.


Pregador Alexandre Pitante

Um comentário:

Related Posts with Thumbnails