30 de março de 2010

Convicção de uma Chamada

por Alexandre Pitante 


Convicção: a Certeza ou opinião firme de um individuo sobre algo em que acredita. Alguém pode dizer que “convicção” é algo abstrato, mas afirmo que algo concreto, você pode não toca-la, mas pode vê-la.
Davi nos da um grande exemplo de convicção quando este estava fugindo de Saul (1Sm 23.24), pois o queria matá-lo, entretanto Davi nunca se rebelou contra Saul, mesmo este querendo sua cabeça. Davi teve até oportunidades de lhe tirar a vida, mas não o fez por causa da convicção que tinha de sua chamada. Saul já havia sido rejeitado como Rei de Israel pelo Senhor e Davi já tinha sido ungido Rei sobre Israel ainda muito moço lá em Belém na presença de seus irmãos, mas nem por isso Davi vivia murmurando pelos cantos reivindicando seu cargo de Rei que fora ungido pelo profeta Samuel.


A partir de agora quero falar sobre as lições que Davi nos ensino no cap. 24, Saul fica sabendo onde Davi estava escondido quando este estava perseguindo os filisteus e vai ao encalço de Davi junto com mais três mil homens escolhidos a dedo de todo o exercito, enquanto Davi só tinha seiscentos homens com ele. Davi sabia da desvantagem numérica de soldados e que lhe seria um grande problema se porventura viessem a batalhar entre eles.  A bíblia diz que Saul estava querendo aliviar o ventre (1Sm 24.3) e entrou numa caverna para tal, mas Davi e seus homens estavam lá dentro. É aqui que começa as lições de Davi de convicção de sua chamada para nós, que são elas:


1- Davi não reivindicou sua chamada antes do Tempo. (1Sm 24.4) Davi poderia muito bem neste momento matar a Saul e logo seria o rei sobre todo o Israel, pelo contrario ele (Davi) poupa a vida de Saul só cortando a orla de sua túnica e ainda se entristeceu por ter feito isso. Davi sabia que o tempo dele ia chegar e não era a hora de reivindicar nada, do dia em que Davi foi ungido rei em Belém até ser coroado rei sobre todo o Israel passaram 12 anos, de muito preparo, ao contrario de Saul que não teve preparo para tal função, alias foi preparado numa fazenda da família, Davi foi durante todo esse período preparado no deserto da vida. Davi esperou o tempo certo pra ser o rei de todo o Israel ele nunca ultrapassou os seus limites de espera. E este é um mal eminente, ultrapassar o sinal vermelho de Deus, em relação ao tempo da chamada, Calebe esperou 40 aos pra alcançar a promessa de Deus e nunca ultrapassou o sinal vermelho, mas deixa este estudo pra depois. (Jz 14)


Gosto muito de uma frase que diz que no “tempo de Deus você nunca está atrasado”, Davi mostra uma convicção tão grande em sua chamada que poderia durar o tempo que for, ele estaria esperando a vontade de Deus para sua vida. Mesmo estando na Caverna com o seu inimigo a sua frente desarmado e com as "calças arriadas" ele não fez uso de uma espada para matá-lo, mas disse longe de mim tocar no ungido do Senhor, mesmo que Deus o havia rejeitado como Rei.


O que falta pra muita gente hoje é isso convicção, isso faz nos termos mais confiança em Deus e na nossa própria chamada. Quem não tem convicção vive murmurando, reclamando de tudo, nada esta bom pra ele, este sempre acha que as promessas de Deus estão demorando demais pra vida dele, será que você não conhece ninguém assim. Pois eu conheço vários.


2- Davi sabia que era o Escolhido de Deus, mas reconheceu o tempo de Saul e se prostrou aos seus pés. (1 Sm 24.8) Acabado Saul de aliviar o ventre saiu da caverna e Davi saiu atrás e gritou a Saul dizendo: Ó rei, meu senhor! e olhando assustado, pois nem imaginava que Davi estava por ali, Davi tem um atitude que me constrange quando leio esta passagem, ele se joga no chão com o rosto em terra em sinal de reverencia a Saul, este que durante varias vezes procurou mata-lo, por três vezes lhe atirou lanças, porém o rei até então era Saul e Davi soube entender isso com muito bem, reconhecer o tempo o outro, e se prostrou aos pés dele o reverenciando. Gene Edwards escrevendo no seu livro “Perfil de três reis” diz que Saul era um rei louco porém Davi não se rebelou contra ele e nunca lhe devolveu uma lança se quer, atirada por Saul contra Davi, ele não devolve a loucura em forma de loucura também.Não.   


E é difícil encontrar alguém com essa qualidade nos dias quem vivemos, que reconhece o tempo de outro e vice-versa. E isso é tão normal em nossos dias, hoje estamos por cima, amanha estamos por baixo e temos que entender o tempo de outro quando chega. Davi entendeu que o tempo era de Saul e que Deus estava lhe preparando para ocupar o cargo de rei e que quando isso acontece-se ele estaria pronto para tal obra e não cairia no erro de Saul, tudo por falta de preparo, Saul não tinha raízes estabelecidas para estar a frente de todo o Israel, e Deus não queria que outro Saul da vida fosse o rei e sim alguém preparado no deserto, nas cavernas, nos vales, pelo próprio Deus.


Quem tem convicção da sua chamada reconhece o tempo de Deus na sua vida e quando é a sua hora de estar em destaque ou não, e isso não depende de nós e sim de Deus que é soberano em suas ações.


3- Davi não precisa provar pra ninguém que tinha uma chamada de Deus. (1Sm 24.17-20) 


Quem tem uma chamada de Deus não precisa sair na rua batendo no peito e dizendo: Eu tenho uma chamada! Eu tenho uma chamada! Não senhores, literalmente não, o próprio Deus que te chamou se encarrega de o mostrar através da seu poder manifesto na sua vida. E quando eu leio os versículos acima citado, vejo o próprio Deus se encarregando de mostrar a Saul que Davi era um homem diferente. Saul vendo que Davi havia poupado a sua vida e que estava lhe prestando com o coração sem magoa o rei que queria matá-lo, diz: que Davi era mais justo do que ele, pois lhe havia recompensado com o bem e ele lhe pagado com o mal. A convicção de Deus pulsava no coração de Davi. Saul ainda diz no vers. 20, que naquele momento ele (Saul) agora tem certeza de que Davi era o futuro rei de Israel, o pequeno Davi não precisou dizer nada, e nem reivindicar o cargo antes do tempo, simplesmente reconheceu o tempo de Deus e deixou que Deus fosse o seu juiz e sua justiça.


Pois se o nosso Deus nos fez uma promessa de nos usar, nos enviar a algum lugar e etc., não precisamos nos desesperar tentando ajudar a Deus, batendo no peito, tocando buzina como fazem os fariseus, dizendo quem somos, não, Deus se encarrega de fazer isso por nós, de mostrar quem somos a pessoas, pois Paulo disse aos Coríntios que nada podemos contra a verdade, senão em favor da própria verdade, ou seja, só nos resta termos convicção de nossa chamada pois a verdade sempre aparece.


Quero terminar minha reflexão com os versículos de Paulo na sua segunda carta aos tessalonicenses 2.2 que diz: mas, apesar de maltratados e ultrajados em Filipos, como e do vosso conhecimento, tivemos ousada confiança em nosso Deus, para vos anunciar o evangelho de Deus, em meio a muita luta.


A convicção de Paulo em Deus sobre sua chamada era além de qualquer obstáculo, ele chega a dizer que mesmo em meio a muita luta, não era uma luta simples ou pequena ele diz que é muita, grande, não o impedi de anunciar o evangelho, chamo isso de convicção na chamada.


Abraço em Cristo, Alexandre Pitante.  

6 comentários:

  1. Nobre Alexandre, a Paz do Senhor Jesus.

    Obrigado pelo convite. Sinto-me honrado em segui este blog, pois encontrei aqui textos edificantes e alicerçados na Palavra de Deus. Parabéns!
    Como você se expressou bem nesta mensagem, ter convicção da nossa chamada é extremamente importante para se fazer a obra do Senhor, pois somente um homem convicto tem a disposição e a coragem de buscar poder e graça de Deus para comunicar com fidelidade o Santo Evangelho, e você tem feito isso muito bem neste espaço.
    Que Deus abençoe você e sua família.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Graça e Paz meu amado fiquei feliz pela visita em meu blog e por ser um seguidor. Parabens pelo seu blog será muito util para minhas pesquisas e já sou um seguidor.

    um abraço e possamos manter um contato...

    Ivison Thiago
    http://grupogeracaoquemarca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. A paz do Senhooor... Retribuindo
    a visita... Estou seguindo-o também!!! Fik na paz!!!

    ResponderExcluir
  4. Paz meu querido!
    Esta mensagem me chamou muita atenção, pois ontem estávamos falando sobre o tempo de Deus pra nossas vidas e hoje leio esta postagem, falando justamente sobre o assunto, discutido no trabalho!
    Deus te abençoe cada vez mais, fique na paz de Cristo!
    Grato.

    ResponderExcluir
  5. Paz, Moandyr.

    Obrigado pelas palavras. É para isso mesmo que escrevo para que pessoas sejam impactadas pelo poder da palavra e (não do homem).

    Abraço. Alexandre Pitante.

    ResponderExcluir
  6. Concerteza, procuremos agir de igual modo cmo todos os que antes de nós procuravam seguir ao Deus soberano.
    continue assim, levando a palavra em todo lugar que pisares... Deus seja ctgo.. abraços!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails