15 de maio de 2010

Nocauteado pela Língua Tg 3.1-12

por Alexandre Pitante


Quem nunca foi alvo de um soco bem dato pela língua alheia? Pois é, a língua tem o poder de deixar na lona segundos suficientes para sermos nocauteados por ela, isso quando ela não mata.


“Há quem diga que a língua é um órgão tão pequeno que não pesa quase nada, mas poucos conseguem segurá-la”.


Calúnia, difamação, injúria, contenda, mexerico, maledicência, perjúrio, tudo isso são tipos de “socos” que podemos receber a qualquer momento de alguém que não consegue controlar sua língua.


Tiago disse: Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, o tal é perfeito, e poderoso para também refrear todo o corpo. (Tg 3.2)


Este versículo retrata bem a condição daquele que consegue refrear sua língua, este tal é “poderoso” para refrear todo o seu corpo. A bíblia não diz alguns membros podem ser refreados, mas sim todos os membros simplesmente pelo fato de podermos refrear a nossa língua. A grande pergunta é: O que é refrear? Na etimologia da palavra significa “o que põe freio” ou “o que reprime”, aprendemos então que se refreio minha língua eu posso moderar, reprimir, subjugar meus sentimentos.


Exemplo: com certeza voce já ouviu alguém dizer: “cuidado comigo porque eu sou crente, mas meu braço não!”, e varias outras frases que poderíamos citar. Pessoas que dizem isso são pessoas que não conseguem controlar seus sentimentos meramente porque não refreiam sua língua. Para reprimir nossas emoções e não colocarmos para fora temos que refrear nossa língua. Pois irar e natural ao ser humano (Ef 4.26), porém e que passar disso no campo visual é pecado. Ex.: quando ouvimos algo que nos magoa ou nos faz ficar irados, o sentimento da ira esta no nosso coração, que para o homem é um campo invisível, mas se colocar para fora a ira através da nossa língua, estamos trazendo o invisível para o visível e assim pecando.


E palavras más depois que proferidas são como flechas soltas na direção central do alvo, voce não pode mas pegá-la e mesmo que voce vá ao alvo para arrancar a flecha de lá ficará o buraco de onde ela acertou, ou seja, mesmo que peçamos perdão a ferida ficará, que só Cristo com sua graça através do tempo pode cicatrizar esta ferida causada por palavras.


Tiago também diz: A língua também é um fogo; como mundo de iniqüidade, a língua está posta entre os nossos membros, e contamina todo o corpo, e inflama o curso da natureza, e é inflamada pelo inferno. (Tg 3.6)


Temos constatado a veracidade das palavras de Tiago neste versículo no contexto hodierno. Vemos pessoas que gostam de ver o “circo pegar fogo”, são pessoas que quanto mais lenha na fogueira elas puderem colocar elas colocam. A lenha são as suas frases usadas em momentos de contenda na igreja, que ao invés de apagarem a ira dizem: “há se eu fosse voce não deixaria quieto não”, “vai lá tirar satisfação com ele (ª)”, e assim vai...


“Sem lenha, o fogo se apagará; e não havendo intrigante, cessará a contenda”. (Pv 26.20)


Tiago também diz: A língua, porém, nenhum dos homens é capaz de domar; é mal incontido, carregado de veneno mortífero. (Tg 3.8)


Percebam que Tiago diz que não existe alguém que consiga dominar a língua, no versículo dois que ora comentamos, ele diz “refrear a língua”. Dominar e diferente de refrear, nos não conseguiremos domina-la mas com certeza poderemos refreá-la, ou seja, reprimi-la, subjuga-la.


Tiago também diz: De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim. (Tg 3.10)


Este é de fato o versículo mais incompreendido deste capítulo, muitos crentes se perguntam, poder por acaso sair da boca de um crente benção e maldição? Eu te respondo. Pode sim! Repare que Tiago na parte b do versículo ele diz “não convém que isto se faça assim”, isto significa que Tiago sabia que isto podia acontecer, mas o conselho dele é que não acontecesse.


Um crente pode muito bem abençoar alguém como também amaldiçoar através de sua língua. Tudo vai depender do próprio crente, de que maneira ele vai usar sua língua e manifestar seus sentimentos através de palavras expressas.


EXPERIÊNCIA


Logo no começo de meu casamento eu fui alvo de uma calúnia muito grande. Eu tinha apenas dez meses de casado, era recém casado, quando um obreiro (não dizer nem o nome e nem o cargo do cidadão) levantou uma calúnia contra a minha pessoa, tudo porque “ouviu dizer”. O grade mal de muitos crentes é que ele ouve dizer e não procura saber a veracidade dos fatos e sai distribuindo o boato sem saber se é verdade. E isso aconteceu comigo o abençoado saiu distribuindo a calúnia por onde quer que passasse e quando EU fiquei sabendo estava numa proporção que eu nunca imaginaria. Logo quando soube contei pra minha esposa que teve uma reação que é compreensível “se fato fosse verdade”. Pra resumir, por conta desta calunia eu quase perdi meu casamento, tudo por que alguém não conseguiu refrear a língua e sai soltando palavras inconseqüentes sobre mim me caluniando.

Se voce já foi alvo de algum tipo de socos da língua deixe seu comentário para servir de exemplo para as pessoas pensarem antes de falar alguma coisa que possa magoar alguém.

Abraço em Cristo, Alexandre Pitante.

8 comentários:

  1. A Paz do Senhor. ou eu estou muito sego ou vc ainda não colocou CBOX no seu blog
    http://cbox.ws/

    Parabens pelo conteudo organização e contexto

    C.A.A
    http://www.construindoaarca.com/

    ResponderExcluir
  2. Paz do Senhor, Construindo a Arca.

    Obrigado pelo elogio. Concernente ao CBOX, particularmente eu nao gosto daquele tipo de widget, prefiro comentários na minha propria pagina.

    Abraço em Cristo, Alexandre Pitante.

    ResponderExcluir
  3. É amado, também já tomei umas "surras" dessas.
    Aprendi tammbem a controlar meus "socos".
    Muito bom o texto .
    PAZ.

    ResponderExcluir
  4. Graça e Paz! Obrigada por seguir o meu blog, desculpe por demorar a responder, pois estava sem internet (passando pela prova!!!). É verdade, a língua é um órgão difícil de dominar.
    Que Deus nos abençoe!

    ResponderExcluir
  5. Olá irmão, a Paz.
    Obrigado pela visita.
    Passei por aqui e já estou seguindo.
    Deus o abençoe. o/

    ResponderExcluir
  6. Graça e Paz!

    Já sofri alguns socos de língua, o mais grave foi quando questionaram a minha sexualidade.

    Parabéns pelo blog.
    Estou seguindo, se quiser podemos fazer parceria, qualquer entra em contato.

    Jesus Te Abençoe!
    Elton Morais

    ResponderExcluir
  7. É amigo, muito bom o texto!
    Quem nunca foi nocauteado e quem nunca nocauteou?
    como você memso disse: a IRA é um mal do ser humano e responder as ofensas também. É verdade que a lingua pode derrubar, mas antes dela vem o pensamento.. se ela é uma flecha em direção ao alvo o pensamento é uma carta com endereço. Na minha opnião o pensamento/desejo derruba antes do verbo.

    abraços
    Neimar

    ResponderExcluir
  8. A Paz do senhor à todos!

    Obrigado a todos pelos comentários.

    Que Deus vos continue abençoando e nos livrando destes que tem suas línguas envenenadas e nocivas a nossa vida cristã.

    Abraço em Cristo, Alexandre Pitante.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails