24 de junho de 2010

Menino cristão é sequestrado e está doente por causa de trabalho forçado

Proprietário muçulmano disse que liberta o menino se ele se converter ao Islã.


Um garoto cristão de 11 anos está ficando fraco e doente de desnutrição por trabalhar em condições desumanas para um proprietário de terras muçulmano que o sequestrou. Ele está sendo forçado a trabalhar para pagar a dívida da família.

Katherine Bibi, mãe do garoto, disse que o proprietário Ashraf Cheema, do vilarejo Dhonikay, Wazirabad, ofereceu melhores condições de trabalho e possível cancelamento da dívida para o menino, se ele se convertesse ao islamismo.

“Ashraf Cheema fala constantemente para ele se converter ao Islã, e em troca seria livre das correntes e algemas, seu trabalho seria aliviado e ele receberia refeições melhores. Ashraf disse que "a dívida do seu pai e do seu irmão também será perdoada se você se converter”, conta Katherine.

O pequeno Danish Masih trabalha, sem intervalos, das 4h às 23h, preso à correntes, se alimentando com um pedaço de pão por dia, conta Dawood Masih, da Comissão Nacional de Justiça e Paz (NCJP).

“Devido à falta de descanso e imensa pressão física e mental, ele está fraco e doente”, afirma Dawood. “Ele está realizando esse ‘trabalho’ há um ano e meio, sem descanso, no lugar de seu pai, Riaz Masih, e de seu irmão mais velho, Adnan Kashif.”

O pai e o irmão de Danish trabalhavam para Ashraf para pagar uma dívida de 142.000 rúpias (US$ 1.640,00), mas o patrão não pagava o salário nem deduzia o valor do total da dívida. Então, a família decidiu fugir para Islamabad. No entanto, a vida tranquila que eles haviam recomeçado foi destruída quando Ashraf sequestrou Danish.

Katherine foi até o juiz para tentar recuperar seu filho. Ele enviou um oficial para buscar o menino, mas sem sucesso. “Ashraf foi avisado antes de o oficial chegar, e conseguiu esconder a criança”.

Depois da visita do oficial, Ashraf disse que eles nunca recuperariam o menino, nem conseguiriam pagar a dívida.

Os líderes cristãos pediram ao superintendente da polícia de Wazirabad para tentar recuperar Danish Masih.



Fonte: Compass Direct
Via: CPAD News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails