20 de julho de 2010

As Estações climáticas na Vida do Cristão


por Alexandre Pitante

Já tentou imaginar um ano só de frio, ou de intenso calor? Pois é, difícil até de imaginar devido ao país tropical que vivemos. Se de fato isso acontecesse mesmo com a estação climática todos seriam afetados, pois cada estação é encarregada de alguma coisa na natureza, bem como, são fundamentais para a agricultura, hortifrutigranjeiros e também a pecuária. Deus soberano, conhecedor de todas as coisas, pensando nisso, Ele o Criador fez um ano com quatro estações, a saber: “Primavera, Verão, Outono e Inverno”.

As estações não existem só para embelezar a sacada de seu apartamento ou para deixar o seu pomar na sua chácara mais bela, é claro de acordo com a estação. Não! Elas são encarregadas de muito mais que isso, cada uma dessas estações têm uma função específica e todas juntas dão o equilíbrio que a cidade, estado, país e o mundo precisa para plantar, colher e etc.

Analisando estas verdades acerca das estações, que elas são encarregadas do equilíbrio climático do nosso mundo, estive meditando neste texto:
“Porque eis que passou o inverno; a chuva cessou, e se foi; Aparecem às flores na terra, o tempo de cantar chega, e a voz da rola ouve-se em nossa terra. A figueira já deu os seus figos verdes, e as vides em flor exalam o seu aroma; levanta-te, meu amor, formosa minha, e vem”. (Ct 2.11-13)

As estações se aplicam também à vida do Cristão. Percebam que Salomão ao escrever estes versículos ele diz: “Porque eis que passou”, muitas coisas na nossa vida são transitórias e passam, como: dinheiro, amigos, fama, status, tudo isso passa, mas a Salvação, a Fé e a Esperança permanecem. 

Temos que entender que espiritualmente dizendo passamos por cada uma dessas estações. É claro que não podemos aplicar o tempo delas na nossa vida. Nas estações climáticas todas elas operam dentro de um ano e cada uma encarregada de tres meses. Entretanto, na nossa vida é diferente, o tempo quem define é Deus, existem pessoas que passam pelo inverno da vida cristã durante muitos anos, outras somente alguns meses, e assim acontece com as outras estações.

Só Deus pode determinar o tempo de cada estação na vida do cristão. Para o povo de Israel foram quarenta anos de caminhada no deserto de intenso “outono e inverno” os preparando para a chegada de um novo tempo, a “primavera e o verão”.

Como seriam as estações aplicadas na vida do cristão?

Primavera. Ah, essa é a estação mais florida do ano! Representa a época primeira, a estação que antecede o Verão. A temperatura não é tão baixa e nem tão alta fazendo da primavera uma época muito agradável.

Aplicada a nossa vida: É a estação do começo (primeira), eu a chamo de a estação do primeiro amor. Salomão no texto em apreço menciona a primavera dizendo: “e as vides em flor exalam o seu aroma” (Ct 2.13b). É na primavera onde as flores se desabrocham e exalam o seu aroma.

Na primavera espiritual nada nos tira o fôlego, queremos fazer, ajudar, estamos dispostos a tudo. Se existe trabalhos na igreja estamos sempre presentes para dar a nossa parcela de contribuição. É na primavera que exalamos com mais alegria o bom cheiro de Cristo (2Co 2.14,15).

É na primavera que os beija-flores da vida espiritual se aproximam de nós para extrair o que temos de melhor o néctar da palavra. A fase do primeiro amor.

Verão. A estação mais quente do ano, muito calor e dias bem longos. As árvores estão verdes e carregadas de frutas.

Aplicada a nossa vida: É a estação aonde tudo vai bem. Uma estação que chove muito (chuvas passageiras), mas até as chuvas são benéficas pra nossa vida. Secularmente dizendo, é nesta estação que a maioria das pessoas tiram férias, e espiritualmente não é diferente. Parece que estamos vivendo umas férias, não existem problemas que nos afligem.

Salomão também cita esta estação: “A figueira já deu os seus figos verdes”. É a estação onde o fruto aparece.

É no verão onde temos tudo a nossa volta. Amigos e dinheiro não nos faltam, os problemas são quase nulos. Somos reconhecidos pelo nosso trabalho, os frutos começam a aparecer e as pessoas vêem e nos parabenizam por isso. Entretanto, isso tudo não é permanente! Não teria graça sermos bajulados a todo instante, ou não termos nenhum problema grande que possa nos angustiar. Pelo menos é eu penso assim.

Outono. Os dias ficam mais curtos e mais frescos. As folhas e frutas, já estão bem maduras e começam a cair no chão. Os jardins e parques ficam, coberto de folhas de todos os tamanhos e cores, é preciso se preparar para o inverno que está chegando.

Aplicada a nossa vida: Este estação nos prepara para a chegada do inverno. O outono espiritual é onde as folhas começam a cair. Os amigos começam a se afastarem, pequenas dificuldades já batem a nossa porta nos preparando para eventuais reveses futuros (inverno).

O apostolo Paulo passou pelo outono espiritual e relatou isso na segunda carta à Timóteo (2Tm 4.11-21). Paulo pedi a Timóteo para vir até ele depressa porque Demas o havia abandonado, pois amou o presente século, diz ainda que só Lucas (médico amado) estava com ele. Ele pedi para que Timóteo leve consigo a Marcos, pois lhe seria útil ao ministério. O outono para Paulo havia chegado e ele percebendo isso começa a se preparar para o inverno e diz a Timóteo: “Quando vieres, traze a capa que deixei em Trôade” (v.13), “antes que chegue o inverno” (v.21).

O outono tem a função dos nos preparar para o inverno. Temos que entender quando as coisas na nossa vida começam a não sair como desejamos, a leitura quem faz somos nós mesmos. As pessoas de fora podem até dizer que estamos com problemas espirituais por não entender a estação que estamos vivenciando. Porém quando fazemos a leitura correta da nossa vida, tomamos a atitude como Paulo, se preparamos para o inverno com uma capa que nos proteja do frio da adversidade.

Amado leitor se prepare sempre em todas as estações, mas no outono principalmente, aumentando a sua fé, na leitura da palavra, na oração, na comunhão com Deus para que quando chegue o inverno você esteja com a sua “capa” que lhe proteja do frio da incredulidade, frieza espiritual e outros problemas.

Inverno: O inverno é a estação mais fria do ano. Os dias são curtos e por isso escurece mais cedo. A temperatura cai nessa fase e as pessoas tendem a passar mais tempo dentro de casa.

Aplicada a nossa vida: O frio ocasionado pelo inverno nos faz ficarmos mais retraídos, conversamos menos, falamos pouco. E se existe algo que aprendi na caminhada cristã e que as dificuldades, reveses ou agruras da vida nos inibe. Calamos-nos com amigos, parentes, cônjuge e até no culto, não porque somos frios por natureza. Mas, porque estamos retraídos por causa da estação que estamos vivenciando (inverno).

Como é bom passarmos o inverno acompanhado por alguém, Paulo disse aos Coríntios que queria passar o inverno com eles (1Co 16.6). O inverno em si já é difícil, quanto mais passarmos sozinho. Mas graças a Deus que independente se algum amigo esta conosco nos momentos difíceis ou não. O Senhor Jesus nos garantiu que: “Estaria conosco todos os dias até a consumação dos séculos” (Mt 28.20).

Quem sabe você passa pelo inverno da vida, não se desespere ele não é permanente. Mesmo que pareça que não tenha fim tamanha prova enfrentada. Ainda assim ele passa, Salomão disse: “Porque eis que passou o inverno; a chuva cessou, e se foi; Aparecem às flores na terra, o tempo de cantar chega”. O inverno vai passar, é tudo um ciclo que começa e termina. E quando terminar vão aparecer as flores e o tempo de “CANTAR” vai chegar e tudo será novo. Creia! No nome de Jesus!

A grande diferença das estações climáticas para às aplicadas a nossa vida é que: na primeira elas se aplicam a um contexto geral (mundo), e todos são afetados por se tratar de algo coletivo. É claro dependendo do hemisfério, ex.: quando é calor aqui, no Japão é inverno.
Agora, nas estações aplicadas à nossa vida espiritual, elas são individuais. Pode ser que eu viva hoje pelo outono e você pelo verão. Você pode ser casado, solteiro, pastor ou um simples membro, mesmo assim elas se aplicam individualmente. Considerando que cada um precisa fazer a leitura da sua vida espiritual e entender em que estação você está passando, para poder assim extrair todas as lições que elas podem nos ensinar, seja a estação que for.

Conclusão

O próprio Jesus enfrentou cada uma dessa estações espirituais em sua vida. Paulo disse que Cristo esvaziou-se de si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens (Ef 2.7), e na condição de homem sentiu fome, sede, sorriu, chorou, irou-se, e também passou por cada uma das quatro estações na vida espiritual.

Aos doze anos ele aparece no cenário bíblico e demonstra que estava passando pela primavera na sua vida. Muito sábio, que fazia admirar até os doutores da lei. É neste momento onde tudo começa a florescer na vida deste menino que era o salvador do mundo.

Ele aparece agora com trinta anos no cenário bíblico para começar seu ministério não mais na primavera e sim no verão da sua vida. Onde este período perdurou durante dois anos do ministério de Jesus, que foram: 1º ano da divulgação e o 2º da popularidade do ministério de Jesus. Estes anos foram o verão de Cristo, aonde as coisas iam muito bem. As pessoas diziam: “E, admirando-se sobremaneira, diziam: Tudo faz bem; faz ouvir os surdos e talar os mudos” (Mc 7.37).

No terceiro ano do ministério de Jesus é que veio a chegada do outono, 3º ano da perseguição. É neste terceiro ano que Cristo enfrenta o outono.

E finalmente na quinta-feira a noite que antecederia o grande dia. É nesta quinta, mais precisamente no jardim do getsemani que começa o inverno para o Mestre, porém era necessário. A angustia sentida no getsemani foi tão grande que Lucas disse que Ele suou gotas de sangue pelos pólos sudoríparos, que o um anjo veio do céu O confortar. Foi açoitado, maltratado, humilhado, cuspiam em seu rosto, “o castigo que nos traz a paz estava sobre Ele”, era o inverno para Jesus. Levou o patíbulo da cruz nas costas que pesava aproximadamente 36 a 40 kg até o gólgota. Todos os discipulos o abandonaram somente um ficou, João (o discípulo que Jesus amava). Sentiu tão sozinho que disse: “Deus meu, Deus meu, porque me desamparaste”. Era inverno.

Mas como disse Salomão: “Eis que passou o inverno”. Se o inverno pra nos não é permanente, quanto mais para o Senhor Jesus Todo Poderoso. Ele, no domingo pela manhã, como disse Paulo aos Rm 6.4 “Cristo foi ressuscitado pela Glória do Pai”, e hoje esta como disse ainda Paulo aos Rm “É Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós”.

Hoje, nenhuma dessas situações se aplicam a Cristo pois Ele foi glorificado e Todo Poder lhe foi dado no seu e na terra. Porém, Ele entende você muito bem por isso. Pois passou por cada uma dessas situações precitadas acima.

16 comentários:

  1. Amado, gostei muito do seu texto sobre as Estaçoes Climaticas na Vida do Cristao. Permita-me usa-lo? Citando a fonte, é claro.

    Gostei do seu blog e ja estou seguindo. Obrigado por seguir ao meu tambem.

    O Senhor continue te abençoando.

    ResponderExcluir
  2. Amado Fidelis Paixão, Paz do Senhor!

    Fique a vontade em usar o texto . É tudo para a Glória de Deus e o crescimento do Reino. Cite a fonte e tudo bem.

    Obrigado pela visita e por me seguir também.

    Abraço em Cristo, Alexandre Pitante.

    ResponderExcluir
  3. Oi alexandre, obrigado pela visita ao meu blog... amei o post... todo o cristao passa por elas, seria bom se todos tivessem o discernimento de qual esta vivendo... abraço!!

    ResponderExcluir
  4. A paz do Senhor querido!!

    Bela reflexão, que considero também poetica.

    Que o Senhor te inspire sempre!

    Seu conservo,
    Luciano Vieira

    ResponderExcluir
  5. Olá! Pr. Alexandre, Graça e Paz...

    Muito lindo as paisagens, elas também nos mostra o cuidado e o carinho que nosso Deus tem pela sua criação; Incluindo claro, as nossas vidas.

    Deus te abençoe Abundantemente...

    ResponderExcluir
  6. Paz do Senhor Alexandre. Obrigado pela visita e parabéns pelo blog. Estamos nos seguindo.

    Grande abraço.

    Adeildo

    ResponderExcluir
  7. A Paz do Senhor!


    Irmão que texto maravilhoso, cada versículo, cada frase tocou muito meu coração e meu espírito.

    Sera que posso usá-lo no meu blog? citando a fonte é claro.


    Que te Deus te abençoe ainda mais em graça e em sabedoria.

    ResponderExcluir
  8. Amada Paula Monique. A Paz do Senhor!

    Obrigado pelas palavras de elogios! Que o Senhor seja Glorificado! Palabras como essas nos incentivam a continuar expondo nossos sentimentos e revelações pela Palavra que o Senhor Jesus nos dá.

    Quanto a utilização do Texto. Fique a vontade! Cite a fonte e tudo bem.

    Abraço em Cristo, Alexandre Pitante.

    ResponderExcluir
  9. Graça e paz do Senhor Jesus!

    primeiro quero agradecê-lo pela visita e comentários no meu blog (Encontro Jovem)... Também estou dando uma 'passadinha' para conferir as novidades por aqui... Quero parabeniza-lo muito pelo excelente trabalho, pelo visual do blog e pelo conteúdo... Que Deus continue abençoando ricamente sua vida, família e ministério e que vc possa sempre continuar levando a palavra de nosso Senhor quer seja pela internet quer seja nos púlpitos, com muita unção, poder, criatividade e intrepidez...

    Deus os abençoe poderosamente!

    http://horabendita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. muito obrigada pela sua visita. estarei seguindo seu blog.

    ResponderExcluir
  11. Irmão Alexandre,obrigado pela visita ao meu blog,estive visitando o seu e quero parabenizá-lo pelo trabalho.Deus o abençoe e até mais.

    ResponderExcluir
  12. Graça e Paz

    Quero agradecer por ir nos visitar e conhecer nosso blog, que na verdade é uma extensão importante de um sonho, um trabalho de evangelismo e discipulado chamado Siga o Mestre.

    Entendemos que hoje há sim uma enorme carência no que diz respeito ao ensinamento da Palavra, há muito material voltado para o "gospel", mas pouco, muito pouco voltado para o ensino, parte importante do tão aclamado IDE e da promessa que o segue em Mateus 28:19 e 20. Este ministério se propõe a não apenas alcançar pessoas, mas ajudar igrejas, em especial mais humildes, apoiando no discipulado de seus novos convertidos, no alcance, orientação e ensino na Palavra da Verdade.

    Por tudo isso, prezamos por bons materiais e boas referências primeiramente para nós, para que possamos ter o que ofertar e servir. Pensando assim, estaremos seguindo e interagindo com frequência seu blog, e já estamos com o banner de vosso blog na área destinada aos parceiros.

    Mais uma vêz agradecido, quero propor ao irmão que continue nos visitando, nos abençoando com seus comentários e se houver interesse, nos ajudar ainda mais na divulgação deste sonho, com o uso de nosso banner em seu blog.

    Com cordial afeto em Jesus, O Cristo!

    Edinelson F. Lopes
    sigaomestre.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Linda mensagem!
    Perfeita para todos nós, realmente quando chega as estações dificeis, muitos não prevalecem..
    estarei te seguindo, se quiser me visite e me siga também....será bem vindo!

    ResponderExcluir
  14. Já fui ministrado desde a foto, muito interessante! Esta semana mesmo estava pensando neste assunto e trabalhando em um música com esta perpectiva "Do gelo ao fogo". De sairmo da fria religiosidade e entrarmor para o caloroso abraço do Pai.

    ResponderExcluir
  15. Paz do Senhor!

    Parabéns pela meditação. Falou mto comigo. Estou vivendo o inverno em minha vida. Mas glória a Deus que está passando...

    Que Deus o abençoe tremendamente!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails