26 de julho de 2010

Igreja o Espetáculo do mundo





por Alexandre Pitante 

"Porque tenho para mim que Deus a nós, apóstolos, nos pôs por últimos, como condenados à morte; pois somos feitos espetáculo ao mundo, aos anjos e aos homens". (1Co 4.9)

Paulo usa o contexto da antiguidade onde havia muitos espetáculos nos coliseus e pessoas crentes que não negavam a sua fé eram jogadas aos leões para serem um verdadeiro show aos que estavam na platéia. Como metáfora Paulo emprega a palavra espetáculo (Gr. Theatron) que denota: Teatro, também usado como um local de encontro.

"Em parte, fostes feitos espetáculo com vitupérios e tribulações e, em parte, fostes participantes com os que assim foram tratados". (Hb 10.33)

Já o escritor aos Hebreus emprega uma linguagem passiva para a o texto, que diz: “fostes feitos espetáculo”. Isso significa que não eram, foram feitos. O termo usado pelo escritor aos hebreus é (Gr. Theatrizomei) que significa: teatro de homens ou apresentar homens em um espetáculo.

Porque a igreja é o Espetáculo do mundo?

Porque em um espetáculo e necessário ter: escritor, diretor, roteiro, atores, platéia. E tudo isso si tem na igreja como espetáculo.

Escritor: Deus

No princípio criou Deus os céus e a terra. (Gn 1.1)

Deus é o arquiteto de tudo isso, do palco que é o mundo onde a igreja se apresenta. E já escreveu tudo atecipadamente, arquitetando o plano de salvação da humanidade.

Diretor: Jesus Cristo

E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra. (Mt 28.18)

Jesus Cristo é o diretor, aquele que tem o controle de tudo. Quando você não faz conforme o roteiro (Bíblia) e do seu trono de Glória diz: “faz de novo” até que sai certo.

Roteiro: Biblia (Palavra de Deus)

Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido, E que desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus. Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra. (2Tm 3.14-17)

A bíblia é o nosso manual de fé, de regra e de conduta. E metaforicamente é o nosso roteiro, precisamos segui-lo para podermos alcançar a nossa salvação.

Atores: os Cristãos (igreja)

"Porque tenho para mim que Deus a nós, apóstolos, nos pôs por últimos, como condenados à morte; pois somos feitos espetáculo ao mundo, aos anjos e aos homens". (1Co 4.9)

Eu e você somos os atores de grande espetáculo. Como igreja do senhor, estamos abrilhantando esse mundo, pois somos a luz deste mundo que está em trevas.

Platéia: Mundo, Anjos e Homens

Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, (Hb 12.1a)

Mundo, anjos e homens são a nossa platéia. Como disse o escritor aos Hebreus: ‘somos rodeados por uma grande nuvem de pessoas” que querem ver em nós a diferença deste mundo e características do verdadeiro cristão.

Veja este vídeo:



2 comentários:

  1. Olá! Pr. Alexandre, Graça e Paz...

    Parabéns, mais um excelente texto, que nós faz refletir, como era real e genuína a fé Cristã nos primeiros séculos, onde eles não faziam caso das suas vidas, confessavam a Cristo mesmo sendo o "espetáculo do mundo". Hoje, vemos uma igreja tão envolvida e comprometida com o mundo, que ao invés de ser "espetáculo do mundo", passou a se o seu "point dos finais de semana".
    Deus abençoe a sua vida...

    ResponderExcluir
  2. TESTEMUNHO DE UM EX-ROQUEIRO

    Rock n' Roll - a música do inferno


    Aos 12 anos de idade eu comecei a fumar, logo fui perdendo o desejo de estudar; e assim comecei a faltar na escola, pois estava sendo dominado pelas influências satânicas do “ROCK N ROLL”.

    Entrei pelo caminho da prostituição aos 14 anos, já fumava e bebia cerveja com os “amigos”.

    Na tentativa de viver “livre” e em “paz” eu caminhava para o fundo do poço a cada dia que passava.

    Profanei o leito de meus pais com uma “namorada”, eu com 14 e ela com 12 anos de idade.

    Nós nos sentíamos “adultos” e muito “responsáveis” longe dos nossos pais.
    Quando completei 15 anos eu abandonei a escola, minha mãe ficou muito triste com essa má decisão.

    Em casa eu brigava diariamente com minha mãe e discutia com meus irmãos. Sempre dizia para a minha mãe:

    “EU ODEIO VIVER, EU QUERO MORRER, EU NÃO PEDI PARA NASCER”.

    A minha mente fora apagando em ritmo acelerado, sem que eu pudesse perceber, pois, não havia em mim forças para raciocinar acerca do perigo que me cercava.


    No ano de 1997 conheci uma banda de rock muito polêmica; cujo líder é SATANISTA convicto e também HOMOSSEXUAL.
    Esta banda usa dois nomes de personalidades americanas que fizeram história:

    Cantora e Modelo + Serial Killer
    MARILYN MONROE & CHARLES MANSON

    Este grupo tem como figura central:

    “MARILYN MANSON”.

    Marilyn Manson faz apologia ao SATANISMO e ao HOMOSSEXUALISMO, seus shows são cheios de ALUSÕES AO NAZISMO, ANARQUISMO, REBELDIA, DEPRAVAÇÃO, INSULTOS À FÉ CRISTÃ, VIOLÊNCIA e ao CONSUMO DE DROGAS.

    Em 1994 Marilyn Manson (Bryan Warner)
    foi consagrado reverendo da “IGREJA DE SATÔ por: “ANTON LA VEY” - o FUNDADOR DA IGREJA DE SATà EM 1969 EM SÃO FRANCISCO NA CALIFÓRNIA-EUA.

    COMECEI ENTÃO A DIVULGAR O NOME DESTE GRUPO DE ROCK PARA TODOS OS MEUS “AMIGOS” E PASSEI A ANDAR COM CDS E VÍDEOS DESTA BANDA PARA TODOS OS LUGARES ONDE EU PASSAVA.
    EU ESTAVA HIPNOTIZADO PELO ROCK E NÃO PERCEBIA.

    Lembro-me de certa feita quando estávamos reunidos na casa de um de nossos “amigos”; ali ouvíamos “rock” e conversávamos sobre o nosso futuro; sobre o que seríamos nos anos seguintes.

    Era de noite e nós compramos uma garrafa de vinho para “COMEMORAR” aquela “HORA FELIZ”. Começamos a beber e conversar sobre vários assuntos.

    Alguns ainda não fumavam, nem haviam ainda experimentado algum tipo de droga; mas, sob má influência de minha parte experimentavam ás vezes um e outro cigarro.

    Tudo aquilo era muito normal para nós, pois estávamos cegos e longe de uma realidade consciente.

    As músicas de Marilyn Manson estavam em nossos lábios diariamente; não conseguíamos nos libertar daquela vida suja e vazia, por mais que lutássemos nosso esforço era em vão.

    Queimamos vários CDs de rock, porém; era inútil esta atitude, pois, a luta era espiritual e não sabíamos...

    ___________________________________________

    VISITE O WEBSITE:

    http://issuu.com/junioromni30

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails