24 de setembro de 2010

Pr. Silas Malafaia publica manifesto nos principais jornais do país




Inconformado com movimentos que tentam impedir a liberdade de imprensa, o pastor Silas Malafaia publica um manifesto nos principais jornais do Brasil nesta sexta-feira, 24 de setembro. Confira abaixo o texto na íntegra:

"MANIFESTO À NAÇÃO BRASILEIRA"
Os evangélicos e a liberdade de imprensa

O povo evangélico, nos últimos vinte anos, tem sido alvo de incompreensões, calúnias, discriminações e preconceitos em várias reportagens, tanto por jornais e revistas quanto por rádio e televisão e até mesmo pela internet.

A conclusão que muitos poderiam chegar é que nós seríamos os maiores interessados no cerceamento da liberdade de imprensa e seu patrulhamento pelos órgãos governamentais.

ABSOLUTAMENTE NÃO! MIL VEZES NÃO!

Eu mesmo já sofri muito com o que acabei de relatar acima. Mas nem assim, tão sujeito a ser caluniado, difamado ou incompreendido por meus atos e pelos princípios que defendo, posso concordar com qualquer movimento que venha impedir a LIBERDADE DA IMPRENSA.

A imprensa livre é fundamental para a manutenção do Estado Democrático de Direito. Só aqueles que querem sustentar ideologias ultrapassadas e antidemocráticas desejam exercer patrulhamento ideológico, cercear garantias individuais da cidadania e tentar colocar mordaça na imprensa.

Dentro de poucos dias, vamos ter direito a um dos atos mais importantes como cidadãos: VOTAR e escolher os nossos representantes em Brasília e em nossos Estados.

Não podemos errar. Precisamos saber, com muita clareza, em quem votar, analisando os princípios defendidos pelos que pleiteiam cargos eletivos. E os órgãos de imprensa são importantíssimos para ajudar em nossas análises e decisões. E isto só é possível com uma imprensa livre e isenta.

Nem o Presidente da República, partidos políticos, líderes religiosos, qualquer segmento da sociedade ou mesmo a imprensa são, isoladamente, os donos da opinião pública.

No dicionário Houaiss, há uma definição exemplar do que é opinião pública: “É o acordo da totalidade, ou grande maioria, das opiniões de uma coletividade sobre questões de interesse geral”.

Não tenho autoridade para falar em nome de todos os evangélicos do Brasil que representam aproximadamente 25% da população, mas tenho absoluta convicção de que a quase totalidade é a favor de um ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO e, para isto, é inconcebível ao nosso país não ter uma IMPRENSA LIVRE.

***

3 comentários:

  1. com certeza apesar de tudo o pr silas, é um baluarte nesta luta por nosso direito de proclamar o evangelho com liberdade de expressao.

    ResponderExcluir
  2. Amado Alexandre Pitante

    Este é o Silas que conheci, há alguns anos atrás, naquela fita de vídeo “AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DE UM VERDADEIRO PASTOR” – incisivo, contundente, ousado, intrépido, verdadeiro, quando nos dizia que “o amor ao dinheiro era a raiz de todos os males”.

    De tanta convicção que temos de que ele é um “homem de Deus”, ele não precisaria escrever um livro, dizendo-nos do erro cometido, para nos mostrar arrependimento por abraçar a insidiosa teologia da prosperidade. Todavia, como disse JIM BAKKER no livro “I WAS WRONG”- “EU ESTAVA ERRADO” (Editora Thomas Nelson), clamemos ao Senhor para que aquele insigne Ministro do Evangelho reveja seu relacionamento com o “finório” mais sábio do mundo, o Sr. Mike Murdock.
    As mensagens falaciosas sobre a prosperidade levaram o pastor Silas a não mais observar que as tais “ofertas voluntárias”, pregadas por aquele ardiloso indivíduo, são condenadas, ironicamente, por Deus em (Am 4:5), aludindo à cegueira espiritual do povo de Israel.

    O trecho abaixo foi extraído do livro de Jim Bakker:
    “Quanto mais eu estudava a Bíblia mais eu entendia que as mensagens da prosperidade não se alinhavam com o teor das Escrituras. Meu coração foi esmagado ao pensar que eu levava as pessoas ao engano. Fiquei horrorizado por ter cometido tantos erros e fiquei profundamente grato a Deus por não ter me matado como um falso profeta”

    Para maiores detalhes, acesse o blogspot TEMPODAGRAÇADEDEUS do Eber Luiz Stevão, cirurgião bucomaxilofacial consagrado, lá do nosso Paraná, e leia a postagem, em duas partes, sob o título: ALERTA: JIM BAKKER RETORNA CONDENANDO O PRÓPRIO FALSO EVANGELHO QUE CRIOU: O EVANGELHO DA PROSPERIDADE.
    Pesquise, também, na Web: JIM BAKKER “I WAS WRONG”
    Reafirmo: O pastor Silas Malafaia é, indiscutivelmente, um “homem de Deus”.
    A postura ante a carta dos pastores prosélitos do Lulismo e mais este oportuno manifesto, corroboram esta minha reafirmação.

    Postagem excelente , em razão da necessidade de esclarecimento ao povo do nosso sofrido, mas por demais amado Brasil.
    Seu conservo e seguidor, em Cristo
    Alberto Couto Filho

    Ps: Ai está mais uma razão para o amado irmão adquirir o livro “VINDE APÓS MIM – JESUS não disse: IDE após seus líderes” , cujo co-autor, é o Autor e Consumador da nossa fé.

    ResponderExcluir
  3. Querido, Pr. Alberto Couto Filho.
    Paz do Senhor!

    Faço coro com o sr. em todas as suas palavras em relação à Silas Malafaia, este aí sim é o Silas que conhecemos a anos atrás. O Silas de bigode.

    Abraço em Cristo, Alexandre Pitante.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails