13 de outubro de 2010

Pastor Silas Malafaia e o 2º Turno das Eleições em 2010



***
vi no Blog do Pastor Flávio Constantino


2 comentários:

  1. Amado Alexandre
    Bom estar por aqui.

    Concordo, apenas e tão somente, com a coerência do posicionamento: Ser contra o PL 122/06 é não estar alinhado com as sandices petistas.
    Devo lembrar que o senhor Silas apoiou, deliberadamente, no passado, ao sr Lula. Com base no estilo camaleônico de ser, acastelo-me na prudência.
    O Sr Silas constitui-se hoje, realmente, no estalão da sintese entre a danosa teologia da prosperidade e a ingenuidade do homem.
    A franquia da VC, no bom estilo americano de "franchinsing" precisa angariar franqueados(pastores ambiciosos, não tementes a Deus)nas praças onde estão agendadas a apresentação das suas peripécias.
    É extremamente rentável o investimento em "cegueira espiritual", título negociado por mega-pastores no segmento de mercado "IGREJA". É com este produto que ele pretende alcançar 1000 templos.
    Fico com a Palavra: "Suave é ao homem o pão ganho por fraude, mas, depois, a sua boca se encherá de pedrinhas de areia"
    Que Deus seja misericordioso com os antropos gananciosos e tenha compaixão dos ludibriados.
    Em Cristo.
    Alberto

    ResponderExcluir
  2. O mau de nós evangelicos é acreditar em tudo que a midia seja ela, televisiva, internet, radio efim, somos manipulados facilmente por eles. Enquato ficamos espantados com os boatos sobre a candidata Dilma, o ilustre Candidato a presidente da republica JOSE SERRA, declarou ser a favor da união de pessoas do mesmo sexo. leia:
    Serra reafirma ser a favor da união civil homossexual
    O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, reafirmou nesta quinta-feira ser a favor da união civil de pessoas do mesmo sexo, mas disse que o casamento é uma questão religiosa, que deve ser analisada pela Igreja. “Eu acho que a questão do casamento propriamente dita é uma questão que está ligada às igrejas. Agora, a união em torno dos direitos civis já existe inclusive na prática pelo Judiciário. Sou a favor. Outra coisa é o casamento, o componente religioso. Daí, cabe à Igreja defender sua posição.”
    Foto: Agência Estado
    Serra caminha no centro de São Paulo

    Serra já havia declarado em mais de uma ocasião ser favorável à união civil entre homossexuais. A afirmação foi feita em diversas sabatinas das quais o tucano participou na largada da campanha.
    Ao participar de um fórum de combate à Aids em São paulo, Serra comentou o fato de grupos religiosos terem pedido à petista Dilma Rousseff que se comprometa a não alterar a lei que trata do aborto ou endossar o casamento homossexual. “Ela tem lá os problemas dela, de que diz uma coisa, outra hora diz outra”, alfinetou.
    O candidato lembrou ainda a sua participação no Ministério da Saúde, dizendo ter atuado no combate à Aids. Afirmou que, nesta época, intensificou a distribuição de preservativos. “Fizemos uma política de uma difusão de preservativos. A Igreja nunca colocou obstáculos. A Igreja sempre colocou sua posição, mas nunca fez campanha contra”, afirmou.
    Serra defendeu ainda a quebra da patente de medicamentos destinados ao combate à Aids no Brasil. Ele criticou a importação dos medicamentos e afirmou que o País não tem uma política consistente para minimizar os efeitos da doença.
    Serra assinou um termo de compromisso em que promete apoiar o movimento de luta contra a doença. De acordo com o presidente da entidade, Rodrigo de Souza Pinheiro, a organização tentou, desde o primeiro turno, encontro com os presidenciáveis. Segundo Pinheiro, Dilma confirmou hoje, por meio de assessoria, a presença no mesmo evento nesta sexta-feira.
    fonte: http//www.ibest.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails